Delegacia em novo endereço, mas ainda sem data definida

38ª DRP deixará de atender a população em prédio compartilhado com o Depen, responsável pela gestão da cadeia

Nova sede da 38ª DRP vai funcionar na região central de Santo Antônio da Platina - Antônio de Picolli

A Polícia Civil de Santo Antônio da Platina passará a atuar separadamente do Depen (Departamento Penitenciário), órgão responsável pela administração das cadeias e presídios do Paraná. Com a mudança, delegado, investigadores e escrivães terão um novo local de serviço, enquanto a unidade prisional permanecerá no atual endereço, onde as instituições funcionam de forma compartilhada.

A mudança atende a uma reivindicação antiga da Polícia Civil do Paraná, que reclama das atribuições a delegados e investigadores na manutenção dos presos, obrigações de responsabilidade do Depen.

De acordo com o delegado Rafael Guimarães – titular da 38ª Delegacia Regional de Polícia, a mudança vai melhorar a qualidade dos serviços prestados pela corporação aos platinenses. “Desde que cheguei na cidade tenho me preocupado com essa questão da tutela dos presos, que não é responsabilidade dos investigadores nem do delegado. A custódia dos detentos é papel do Departamento Penitenciário, eles têm preparo para isso, é uma atividade de risco, que demanda uma atenção especial e formação diferenciada. Delegado e investigador tem que solucionar crimes e não cuidar de presos, e com a mudança teremos muito mais capacidade de realizar este trabalho”, avalia.

A nova sede da 38ª DRP será no prédio onde funcionou temporariamente o Gepatria (Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa), braço do Ministério Público que atua de forma específica na proteção ao patrimônio público, durante as obras de ampliação e reforma da edificação do órgão. O imóvel está localizado no cruzamento das ruas Rui Barbosa e Joaquim Ribeiro.

“Estamos participando de uma renovação na Polícia Civil, sendo cobrados e incentivados a mudar aquilo que já está enraizado nas políticas públicas. A proposta é mostrar uma polícia que trabalhe focada nas investigações de crimes. É um grande passo para a modernização das forças de segurança da nossa cidade”, complementa o delegado.

A nova sede da Polícia Civil, no entanto, ainda não tem data prevista para entrar em funcionamento. Para que a delegacia passe a operar no novo endereço são necessárias reformas e readequações no prédio.

JACAREZINHO

Em Jacarezinho uma mudança similar já entrou em funcionamento. O Depen segue no mesmo local onde atuou nos últimos anos em conjunto com a Polícia Civil, que por sua vez mudou para um novo endereço (na Avenida Getúlio Vargas, 300, centro) exatamente com o objetivo de separar os trabalhos das instituições.