Concurso define vencedores do Miss Platinense, Miss e Mister Paraná 2019

Concurso aconteceu na Casa da Cultura em Santo Antônio da Platina

Foto: Emerson Chagas

Em meio a disputas acirradas, grandes emoções por parte do público e principalmente dos participantes e, como não poderia deixar de ser, muita beleza, foram definidos na noite do último sábado (28), os vencedores do Miss Platinense 2019, que poderão participar de etapas estaduais e nacionais de competições de beleza representando Santo Antônio da Platina. A Imprima eventos estava a frente do evento.

Diante de um grande público que lotou a Casa da Cultura e de jurados com larga experiência na área, os 59 candidatos se esforçaram para impressionar e ficar com o título em cada uma das seis categorias no feminino e uma no masculino.

Na categoria de 6 a 9 anos o título de Mini Miss ficou com Maria Fernanda Parreira. De 10 a 13 anos Vitória Santana foi a escolhida Miss Pré Teen. De 14 a 17 anos a vencedora do Miss Teen foi Valentina Bitencourt. De 18 a 26 anos faixa para Jenifer Freitas, a Miss Oficial.

De 25 a 45 anos a Miss Beleza Platinense ficou com Beatriz Simioni. Já o título de beleza sênior, para candidatas de 46 a 65 anos, ficou com Maria Viana. Entre os homens, Igor Russo foi escolhido Mister Oficial.

MISS E MISTER PARANÁ 2019

No evento também foram eleitos a Miss Platinense Jeniffer Freitas, de 20 anos, e o modelo quatiguaense Juiliam Ferracioli, de 29 anos, Miss e Mister Paraná 2019. A dupla vai disputar o título nacional de Miss e Mister Brasil no dia 16 de dezembro, em São Paulo. 

Jeniffer Freitas – Miss Paraná 2019 (Fotografia: Emerson Chagas)

Jeniffer Freitas é natural de Santo Antônio da Platina e tem 1,61m de altura. A jovem, que trabalha como modelo profissional, disse que o título de Miss era o maior sonho dela para levar mais amor e oportunidades para as pessoas. “Me preparo desde meus 15 anos para realizar esse sonho. Meu foco agora é desenvolver a amabilidade entre as pessoas. Pretendo focar na área dos idosos, em asilos, e poder ajudar com carinho e muito amor para eles se sentirem amados em um lugar onde muitas vezes se sentem abandonados.”

Juiliam Ferracioli – Mister Paraná 2019 (Fotografia: Emerson Chagas)

Já Juiliam Ferracioli é de Quatiguá e tem 1,78m de altura. O modelo, que também é formado em Educação Física, afirmou que carregar este título é um sonho realizado e um início de uma trajetória de vitórias. Para ele, ser o Mister Paraná é uma maneira de ajudar pessoas a também realizarem os seus sonhos. “Pretendo honrar a cada dia o meu estado e representá-lo com muito orgulho no Mister Brasil em dezembro. E como sou muito ligado à crianças, agora com o título quero ajudar muito as mais carentes, e como sou personal, quero com meu projeto social, fazer a inclusão de crianças com o esporte.”

De acordo com a organização do evento, tanto a Miss quanto o Mister Paraná vão viabilizar ações sociais e beneficentes junto ao Sindicato Nacional da Beleza, o Pró-Beleza. Por meio do projeto social “Beleza do Bem”, a dupla vai desenvolver atividades nas periferias, trabalho em asilos e orfanatos, além de levar o ensino de moda gratuito.

A Miss e o Mister Paraná também vão realizar ações de arrecadações para as dezenas de entidades cadastradas no projeto. O concurso contou com a presença de diversas personalidades, entre eles o Mister Brasil 2017 Bruno Poczinek que também é Paranaense natural de Guarapuava e foi o primeiro militar da história a assumir o título de Mister Brasil, e também o Mister Brasil Grand International Marcos Tirapelli que foram uns dos presentes no corpo de jurados.

Marcos Tirapelli (Mister Brasil Grand International), Jeniffer Freitas (Miss Paraná 2019), Juiliam Ferracioli (Mister Paraná 2019), Bruno Poczinek ( Mister Brasil 2017 e Mister Grand International) – Fotografia: Emerson Chagas

O diretor nacional do evento, Thiago Michelasi, conta que os jurados buscam nos candidatos, além da beleza e habilidade no desfile, a possibilidade de realização de projetos sociais. Segundo ele, o competidor tem que se mostrar disponível e interessado em colocar em prática as atividades da instituição.

“Como agentes culturais, eles precisam se engajar nas ações beneficentes. Eles precisam fazer arrecadação de roupas, brinquedos, alimentos e até organizar aulas de passarela gratuitas nas periferias. Tem que ter beleza e conteúdo, educação, caráter e bom histórico para ser selecionado” conta Michelasi.

A coordenação estadual do evento é realizada por Marcos Antônio Romão, Cleber Figueiredo e Kaue Barreto da Imprima Produções. Em dezembro, vamos torcer para que a dupla traga para o Paraná este título tão disputado.

As inscrições para o Miss Paraná 2020, dia 20 de março já estão abertas com a equipe da Imprima Eventos de Santo Antônio da Platina.