Governo do Paraná e Caixa discutem crédito para investimentos

O governador Carlos Massa Ratinho Junior e o presidente da Caixa Econômica Federal se encontraram nesta segunda-feira (28) no Palácio Iguaçu

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, discutiram nesta segunda-feira (28) a possibilidade do Paraná acessar uma linha de crédito para investimentos em saneamento, infraestrutura e desenvolvimento urbano.

Ratinho Junior destacou que os recursos podem ser usados para estradas, viadutos, trincheiras, melhorias urbanas e para financiar as obras que sairão do banco de projetos executivos – pacote de R$ 350 milhões lançado para planejar a infraestrutura e a segurança pública.

“A Caixa nos dá segurança para avançar com projetos no momento em que precisarmos de recursos. É um banco com políticas de juros diferenciadas para as prefeituras e os governos. Geralmente os empréstimos são mais longos e não comprometem o caixa”, afirmou Ratinho Junior.

Pedro Guimarães disse que o Paraná tem capacidade de endividamento por conta das contas equilibradas, diferencial em relação a alguns Estados. “Temos uma parceria bem estruturada. É um Estado muito bem tocado, com capacidade financeira, capacidade de aprovação direta do Tesouro Nacional”, afirmou o presidente da Caixa. “Essa relação constante não está presente apenas no Governo, mas nas cidades do Paraná”.

Guimarães também elogiou o Programa Viver Mais Paraná, que construirá condomínios para a terceira idade, e grandes projetos estruturantes que já estão em andamento em parceria com o governo federal e a iniciativa privada. “O governador promove uma discussão para os próximos 5, 10 ou 15 anos no Paraná. A Caixa também pensa nesse longo prazo”, completou.

A Caixa Econômica Federal lançou durante o encontro o programa Caixa Mais Brasil, que reduz taxas de juros para pessoas físicas e jurídicas.

BOOM IMOBILIÁRIO – O presidente da Caixa também comemorou as reduções nas taxas básicas de juros (Selic), que aumentaram o ciclo de investimentos no setor imobiliário e impulsionaram a criação de empregos em todo o País.

A construção civil também indica sinais de plena retomada no Paraná, com crescimento de 8,21% no total de pessoas empregadas no setor no ano, o que representa 9.883 novas vagas, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

“Tínhamos uma expectativa de emprestar R$ 10 bilhões em crédito imobiliário pelo IPCA em um ano, fizemos isso em 50 dias. A retomada é uma realidade, em especial no crédito imobiliário”, afirmou Pedro Guimarães.

PRESENÇAS – Participaram do encontro o vice-governador Darci Piana; o secretário da Fazenda, Renê Garcia Júnior; o presidente da Sanepar, Claudio Stabile; o assessor da Presidência da Caixa, Leandro Mattos; a superintendente nacional da Caixa, Élcio Lara; o superintendente regional Curitiba Leste da Caixa, Adriano Resende; o gerente-geral para o Estado do Paraná da Caixa, Sérgio Protz; o gerente de filial de habitação da Caixa, Carlos Viriato; e o gerente de filial de Governo da Caixa, Célio Izidoro.