Motociclista que atropelou e matou pedestre é indiciado por homicídio doloso

Rapaz de 24 anos se apresentou à Polícia Civil e está preso

O motociclista que atropelou e causou a morte da pedestre Fátima Regina Trentiny, de 64 anos, em Siqueira Campos, na semana passada, foi indiciado pela Polícia Civil por homicídio doloso (quando há a intenção de matar). Alisson de Melo, 24 anos, se apresentou à polícia na segunda-feira (4) e está preso desde então.

Apesar de já ter se apresentado, o autor do crime ainda não depôs à Polícia Civil, o que acontecerá apenas com a presença do advogado de defesa do motociclista.

Alisson, que não tem antecedentes criminais e tinha emprego estável em uma fábrica de capacetes na cidade, segue preso, mas a defesa deve pedir um habeas corpus para que o autor do crime responda ao processo em liberdade.

Logo após o crime a Polícia Civil conseguiu identificar o autor com a ajuda de testemunhas que presenciaram o atropelamento. Alisson teve a prisão preventiva solicitada pelo delegado Juliano Fonseca e, na última segunda-feira, se apresentou espontaneamente. Nesta terça-feira a polícia também localizou a motocicleta envolvida no crime, que foi apreendida.

ACIDENTE

O acidente que causou a morte de Fátima Regina Trentiny, de 64 anos, aconteceu na noite de terça-feira passada (29) na região central da cidade. A idosa estava na faixa de pedestre quando foi atingida pela motocicleta dirigida por Alisson, que fugiu sem prestar socorro à vítima.

Segundo testemunhas, Alisson estaria empinando a moto quando houve o atropelamento. Fátima foi socorrida, mas morreu ainda no local.