Aula Paraná se consolida e é modelo para o Brasil

A adesão por professores e alunos cresceu vertiginosamente em poucos dias após entrar no ar.

Foto: SEED

Há três meses, no dia 20 de março, os portões da Escola Estadual da Cango, em Francisco Beltrão, fecharam por causa da pandemia de coronavírus. O vírus afastou 106 alunos da sala de aula, deixando famílias aflitas e inseguras por causa da pandemia. Passado um trimestre, a insegurança deu lugar a uma grande adesão de alunos ao programa Aula Paraná.  Hoje estes alunos e outros estudantes de 2.143 escolas em todo o Paraná estão tendo aulas diariamente, mantendo o ano letivo, sem nenhum prejuízo.

Em três meses de pandemia do coronavírus as escolas do Paraná foram fechadas. Neste período, a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte suspendeu os trabalhos presenciais e, em poucos dias, passou a oferecer o Aula Paraná, solução de aulas não presenciais para os 1,07 milhão de alunos da rede estadual.

O secretário da Educação, Renato Feder, afirma que além de ter sido rápida na busca de uma solução para a suspensão das aulas, a Secretaria conseguiu aliar educação e tecnologia e oferecer aos alunos um conteúdo de qualidade. “Hoje temos 100% dos professores acessando o Classroom e quase todos os alunos da rede participando das aulas online”, explica.

Desde o dia 6 de abril, menos de 20 dias após o Decreto que fechou as escolas, o Paraná desenvolveu e implementou 3 canais de TV aberta, um aplicativo que oferece internet gratuita aos alunos e professores, salas de aula virtuais com interação em tempo real, um canal do Youtube e atividades impressas para aqueles alunos que não possuem nem TV, nem acesso à internet.

ADESÃO – A adesão ao Aula Paraná por professores e alunos cresceu vertiginosamente em poucos dias após entrar no ar. Hoje, quase três meses desde o lançamento da solução de aula não presencial, já são mais de 930 mil downloads do aplicativo Aula Paraná e mais de 23 milhões de visualizações no Youtube.

No Classroom os números também passam da barreira dos milhões: são 7,9 milhões de interações entre professores e alunos nas salas virtuais, 4 milhões de tarefas diárias feitas pelos estudantes na plataforma e 10 mil meetings por dia entre professores e alunos.

“Com a união dos cinco pilares garantimos a participação de 99% dos estudantes no Aula Paraná”, destacou Feder. “Os professores são um show à parte. Todos os dias 100% também estão lá no Classroom, postando e interagindo com as suas turmas”, afirmou.