Paraná ocupa cadeira no Conselho Nacional de Política sobre Drogas

Paraná alcança protagonismo, representando os demais estados brasileiros.

Foto: SEJUF

Foi realizada nesta segunda-feira (22) a primeira reunião com uma autoridade do Paraná ocupando a cadeira de representante titular de órgão estadual junto ao Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (Conad). Renato Figueiroa, delegado da Polícia Civil e presidente do Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas do Paraná (Conesd), que acabou de ser nomeado para a função a nível nacional. Com a titulação, o Paraná alcança protagonismo junto ao Conad, representando os demais estados brasileiros como órgão estadual responsável pelas políticas públicas sobre drogas.

A reunião foi por videoconferência. A posse do delegado Figueiroa se deu pela portaria número 303, do dia 8 de junho de 2020, do decreto número 9.926 do Diário Oficial da União, apresentada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e que designa os membros do colegiado do Conad.

Para o Secretário de Estado da Segurança Pública do Paraná, Romulo Marinho Soares, a titulação de Figueiroa vem em boa hora para o estado.  “Esse é mais um alinhamento entre o Paraná e o Governo Federal que mostra o quanto os projetos de segurança pública então dando certo em nosso Estado. É uma nomeação importante que destaca o trabalho das forças de segurança do Paraná, principalmente do Conesd, no combate às drogas, mal que assombra milhares de pessoas em todo o Brasil”, disse o secretário. “Figueiroa é bastante capacitado para a função e vai fazer um trabalho alinhado entre todos os estados”, completou.

TEMAS – Na primeira reunião foram tratados assuntos como a aprovação do novo regimento interno do Conad, a criação de um guia metodológico de políticas sobre drogas, além da aprovação da confecção de uma logomarca ao Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas (Sinad).

O delegado Figueiroa disse que aceitou o desafio e vai atuar com dedicação e de forma igualitária. “Recebi, inicialmente, com surpresa a designação como titular da cadeira, mas encaro a função com muita dedicação, responsabilidade e seriedade. O objetivo agora é criar um vínculo com os demais estados, para que possamos representar todos de forma igualitária e levar à Brasília as principais demandas de políticas sobre drogas. Vamos fazer uma representação da melhor forma possível”, declara.

CONESD – O Conselho Estadual de Políticas Públicas (Conesd) pertence à Secretaria da Segurança Pública do Paraná, mas também é composto  pela Secretaria Estadual da Educação e do Esporte, Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, Secretaria Estadual da Saúde, Ministério Público e o Núcleo Estadual de Políticas sobre Drogas.

Também fazem parte do Conesd a Associação Comercial do Paraná (ACP), Federação Paranaense de Comunidades Terapêuticas Associadas, Conselho Regional de Psicologia; Conselho Regional de Serviço Social, Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Federação Paranaense de Comunidades Terapêuticas, Ordem dos Advogados do Brasil e Universidade Federal do Paraná.

JUNHO PARANÁ SEM DROGAS – Durante este mês está acontecendo a campanha Junho Paraná sem Drogas, que dedica ações de conscientização, prevenção e tratamento ao uso de substâncias químicas e drogas no estado. Neste ano, as atividades estão acontecendo de maneiras diferentes das edições anteriores devido à pandemia da Covid-19.

Lives abordam temas como prevenção e repressão às drogas no Brasil, o uso de narguilé e do cigarro eletrônico, o impacto do consumo de bebidas alcoólicas durante a pandemia, a inteligência policial no combate ao narcotráfico, entre muitos outros. Os assuntos são debatidos entre especialistas de políticas sobre droga, com transmissão pelas redes sociais do Conesd e já alcançou e interagiu com milhares de pessoas em todo o Brasil e no exterior.