Warner Bros explica cancelamento de Batgirl e “inocenta” Leslie Grace

Entre os motivos para o fim da produção, estão o foco do estúdio em personagens maiores como Batman e Superman

O filme da Batgirl foi cancelado pela Warner Bros nessa terça-feira (2/8). O longa, que trazia Leslie Grace como protagonista e tinha no elenco J.K Simmons, Michael Keaton, Jacob Scipio e Brendan Fraserjá, estava totalmente gravado e tinha previsão para estrear exclusivamente na HBO Max, no entanto, não fará mais parte do catálogo do streaming e nem irá para os cinemas.

A Warner Bros. tinha um planejamento que visava lançamentos de filmes de menor orçamento diretamente para a HBO Max, e Batgirl fazia parte desse plano. Porém, após a fusão da empresa com a Discovery e a troca de comando, as coisas mudaram.

Entre os motivos para o cancelamento do filme está o foco do estúdio em personagens maiores como Batman e Superman, o novo limite de orçamento estabelecido para produções originais do streaming, e o fato de que a trama não agradou a Warner, já que o estúdio considerou que ele simplesmente não funcionava.

A decisão de não lançar o filme vai garantir uma diminuição de impostos para a Warner, ajudando a cobrir parte dos gastos e diminuir os prejuízos. A Warner Bros se pronunciou sobre o cancelamento do filme. Confira a nota:

“A decisão de não lançar Batgirl reflete a mudança de estratégia de nossa liderança em relação ao universo DC e à HBO Max”, diz o comunicado, repercutido pelo Deadline. “Leslie Grace é uma atriz incrivelmente talentosa, e essa decisão não se relaciona à sua performance. Somos incrivelmente gratos aos cineastas por trás de Batgirl e Scoob! Holiday Haunt, assim como aos elencos, e esperamos colaborar com eles novamente em um futuro próximo”.

 

Fonte: Letícia Perdigão

Foto: Divulgação

Comentários